20.6.05

a palavra da especialista

Uma vez eu disse que o shuffle foi a maior invenção do século XX. Mas que fique claro que não recomendo-o aos domingos. Ainda mais se a primeira coisa que você gostou gostar na vida foi de Caetano Veloso e quando descobriu o Mp3, já era, se meteu a colecionadora.
Desde então, carrego várias escoriações audivitas. Acontece vez ou outra de cair no último disco dele, daí parece que minha sala foi invadida por uma rancorosa freira aposentada gemendo feelings, nothing more than feelings. É absolutamente assustador.
E hoje que hoje o shuffle me atacou saindo do banho? Sabem a década de 80? apavorante?Cuidado! meus Irmãos, nunca se aproximem de Outras palavras. Está nele a Verdura (haha!), música do poema cometido (cit.) pelo Leminski:

de repente me lembro do verde
da cor verde
a mais verde que existe
a cor mais alegre
a cor mais triste
o verde que vestes
o verde que vestiste
o dia em que eu te vi
o dia em que me viste
de repente
vendi meus filhos
pra uma família americana
eles têm carro
eles têm grana
eles têm casa
a grama é bacana
só assim eles podem voltar
e pegar um sol em copacabana

5 O mundo em ti:

Blogger .eva said...

xi... eu gosto dessa música, tá (e não gosto de sorvete nem de chocolate, eu sou um pouco estranha, eu sei).

12:52 PM  
Blogger José Américo de Melo said...

Verde, hein?

2:29 PM  
Blogger hugo said...

o caetano me deixa verde.

1:40 AM  
Blogger senhoritah said...

(sabia que Caetano Veloso renderia comentários rapidamente!...)

Eva: você é toda tosca e foffa, né? adoro. pode deixar o chocolate e o sorvete pra mim e leva to-da a verdura! aproveita e muito da década de 80 leva junto também, tá?

Érico: dizem que vermelhinho-alaranjado sobre verde-clarinho é um excelente,... bem mais do que um sinal.

Bugo: é claro que eu pensei em você na hora que estava escrevendo isso aí.

11:38 AM  
Blogger Messer Tartufo de' Verdipascoli said...

Dá mesmo vontade de morrer. Amarelecido.

6:06 PM  

Postar um comentário

<< Home