25.7.05

botar fogo em tudo, inclusive em mim

Por afrontamento do desejo insisto na maldade de escrever. Que nem malabarista nasci, podia pelo menos ser distraída já que estou nessa (digamos) queda por um abismo.

Mentira. Isso é coisa de gente lamentosa. Eu sou é triste e no rastro da tristeza chego a crueldade. Desta crueldade intensa que te toma as duas mãos. Como todos... human kind etc etc.
***

É uma lanchonete. Na TV em diagonal salta a vulgaridade do acaso: é a novela das 8h, um casal medonho vestido à la caribesca canta Guantanamera. Só pra fechar o dia dos compassos datilografados na rua, pela versão em repeat, só que Compay Segundo, gracias. Já dizia meu comparsa em Q.Borba: "Mas a vida, meu rico senhor, compõe-se rigorosamente de quatro ou cinco situações, que as circunstâncias variam e multiplicam aos olhos." Falando em olhos, os meus tão acostumados a não ver, pararam de voltear-sem e fixaram o calendário da Casa de Carnes, tentando rondar em vermelho, a minha lacuna que não pára de preencher o vazio de mais uma espera.

***
Queria te dar, pouco a pouco, tudo o que me crava a tua incerteza. Não seria osso, talvez não tivesse a tal profundeza.

7 O mundo em ti:

Blogger José Américo de Melo said...

De minha parte acho isso tudo hermético demais para quem não é um de nós.
E o Ricardo comprou a obra completa de Freud - uma espécie de enciclopédia das torpezas humanas em versão mitologizada. Smack!

8:57 AM  
Blogger senhoritah said...

É mesmo, todos os meus blogs quando tomam alguma forma de diário sempre foram intencionalmente (paranóia, sim) cifrados. Tão cifrados que duvido que qualquer 'um de nós' que não seja eu entenda sobre o que eu estou falando.
O Ricardo, que é um de nós, é um menino muito espertalhãozinho, não? Tão querido, ele. Comprou em português, foi? em sebo? ou não? Cê sabe, é das Obras Completas que eu mais gostaria de ter...

12:25 PM  
Blogger Jeferson Ferreira said...

... o fogo é santo é bom e purifica...

12:57 PM  
Blogger José Américo de Melo said...

Em português e tudo novo. Na estante parece daquelas coleções Readers Digest encadernadas.

4:04 PM  
Blogger .eva said...

super é ok to be encrypted. assim cada um 'de nós' interpreta a seu bel-prazer, e é gostoso e muito mais personalizado. ah!, o dizer tudo não-dizendo e o não-dizer, mas tudo explícito. é muito mais divertido. e bonito. tão bonito!

5:03 PM  
Blogger Messer Tartufo de' Verdipascoli said...

Hay que entristecer...

9:42 AM  
Blogger senhoritah said...

'fogo eterno pra afugentar o inferno pra outro lugar'
***
uau

***
evi que é uma graça 'de nós' canta comigo. dança comigo? tcha-tcha-tcha, que pés mais delicados os seus, não?

***
Sempre.

12:53 PM  

Postar um comentário

<< Home